Controladores de periféricos

Produtos relacionados à

[+]
  • Estação-mestra maio/2011
    Estação-mestra
    controla a rede de comunicação

    Projetada para ambientes agressivos, a NetMaster II tem como função controlar a rede de comunicação e concentrar os dados do sistema. Opera ainda como UIC (Unidade de Interface de Campo), interface de operação remota e interface com sistemas de controle supervisórios.

  • Controladores março/2011
    Controladores
    combinam CLP, IHM e E/S

    Projetados para o controle de máquinas e sistemas, combinam CLP, IHM touchscreen e entradas/saídas em um único equipamento. Parte da linha A4/A5, permitem comunicação em tempo real com periféricos externos através de EtherCAT e/ou CANopen sincronizado, com um jitter < 1µs, além de comunicação transversal sincronizada com outros controladores. São programados conforme IEC 61131-3 via interface CoDeSys e disponibilizam funções de Motion Control.

  • Controlador de movimento julho/2010
    Controlador de movimento
    monitora 16 eixos em rede

    Um único hardware consiste em uma CPU de controle de sequência com diversas linguagens de programação (Ladder, SFC, ST e FB) e uma CPU de controle de movimento (Motion Controller) controla até 16 eixos em rede SSCNET III (fibra óptica) cuja taxa de comunicação é de 50 Mbps e os ciclos de leitura de rede de 0,88 ms.O Mitsubishi Q170MCPU-S1 é uma CPU stand-alone com quatro entradas e duas saídas (captura de marca), expansíveis, capaz de integrar até 4096 I/Os (digitais, analógicas, comunicação, controle de temperatura e entradas/saídas rápidas), e portas de comunicação RS-232, Ethernet e USB. A CPU de sequência permite programação de 120 kbytes e processamento das instruções LD 0,02 us e MOV 0,04 us. A CPU de controle de movimento possui as principais ferramentas para controle de eixos, como posicionamento com interpolação linear de até quatro eixos e circular de até três eixos (incrementais ou absolutos), came eletrônico, sincronismo de eixos, sincronismo de CPUs, registro e controle de posição, velocidade ou torque.

  • Controlador portátil maio/2009
    Controlador portátil
    possui proteção IP 54

    O A.R.T., da sigla em inglês para Tecnologia Remota Avançada, é um dispositivo usado com roteadores de CNCs que opera em conjunto com plataformas PC. Garante ao operador livre trânsito ao redor da máquina durante o processo de verificação de funcionalidades analisadas via visor colorido sensível ao toque, associado a menus intuitivos e de fácil visualização. Oferece acesso simplificado a diversas telas que separam os controles dos diversos grupos funcionais e de ajustes. Vedado contra poeira e umidade conforme IP 54, vem com cabo de interface de 3 m e porta USB para conexão de módulos de expansão de memória.

  • Drives de alto desempenho abril/2009
    Drives de alto desempenho
    operam local ou remotamente

    Usados nos setores de alimentos, bebidas, mineração, têxtil e fabricação de máquinas, o VLT FC300 AutomationDrive é apresentado nas versões 301 e 302, com tensões de 220 a 690 V ca e potência de 0,25 kW a 1,2 Megawatts. O VLT FC301 é empregado em máquinas e processos industriais, enquanto o outro destina-se a aplicações mais exigentes, como sincronismo e posicionamento, controle de torque e resposta dinâmica elevada, podendo ainda trabalhar com motores de ímã permanente. Operados local ou remotamente, incluem diversos opcionais.

          Top Five

          Conheça os 5 fornecedores preferidos pelo mercado industrial nesta categoria, segundo indicação feita pelos próprios especificadores e compradores industriais.

          ...aguarde...