NEI
Omel Bombas e Compressores Ltda (Guarulhos, São Paulo)
Omel Bombas e Compressores Ltda

Bomba Dosadora - Série NSP Diafragma

  • Bomba Dosadora - Série NSP Diafragma
  • Bomba Dosadora - Série NSP Diafragma

Descrição do produto

As bombas NSP são bombas de diafragma utilizadas para serviços de alta precisão com capacidade teórica máxima que pode variar linearmente de 0 a 100%, permitindo dosagens com erros até 1%.

As bombas NSP podem ser usadas como bombas, medidores de vazão e/ou elementos de controle.

Em sendo utilizadas como elementos de controle final, podem ser controladas de maneira remota por instrumentos de controle de processo, elétrica ou pneumaticamente.

Projetadas para operar com grande variedade de produtos as bombas NSP podem ser utilizadas em processos químicos severos, como bombeamento de lamas químicas, líquidos viscosos, em temperaturas elevadas, corrosivos, inflamáveis e tóxicos, dentre outros.

Como funciona a NSP

Combinando as funções de bomba de pistão e bomba de diafragma, a NSP é uma bomba de deslocamento positivo, na qual o pistão, funcionando em movimento alternado desloca um volume determinado de óleo. Este procedimento faz com que seja movido hidráulica e alternativamente um diafragma, que tem a função de separar os líquidos, cujo deslocamento, por sua vez, força o movimento do líquido bombeado através do sistema de válvulas de retenção na aspiração e no recalque. (vide fig. 1 e 1 a)

O sistema hidráulico é automático. Qualquer vazamento ocorrido no pistão é compensado em cada movimento de aspiração realizado por uma válvula de compensação a vácuo, que aspira óleo da caixa da bomba.

A bomba possui uma válvula interna de alívio, responsável por eliminar o excesso de pressão na câmara de compressão, diafragma ou linha de recalque, sendo assim desnecessárias válvulas de segurança normalmente requeridas nas linhas de recalque de produtos químicos.

Performance

  • Principais dados referentes à pressão e capacidade para as bombas NSP disponibilizadas nas tabelas; e
  • Cabeças de materiais plásticos tem pressões de operação menores, em princípio, limitadas a 10 kg/cm²;


  • Observações

  • A viscosidade do fluído e o traçado da instalação influenciam na escolha adequada do número de pulsações.
  • Deve ser aplicado baixo número de pulsações em casos de (i) alta viscosidade do fluído, (ii) tensão de vapor elevada do fluído bombeado, (iii) linhas muito longas, e (iv) carga baixa na sucção.
  • O número de pulsações pode ser alterado: (a) com aplicação de diferentes combinações de sistemas de redução na bomba, (b) aplicação de redutores adicionais montados entre o motor e a bomba, e (c) aplicação de variadores de velocidade.
  • Unidades podem ser montadas em paralelo, permitindo o aumento de capacidade.


  • Materiais

  • Cabeças: feitas em aço inoxidável AISI 304 ou 316, HASTELLOY B ou HASTELLOY C, ALLOY-20, MONEL, SS 304L ou 316L e materiais plásticos como PVC, PTFE, polipropileno, resinas e epoxy, dentre outros materiais sujeitos a consulta.
  • Diafragmas: feitos em PTFE, aço inoxidável e para diafragmas tubulares em borrachas, como neoprene, BUNA-N e Viton, dentre outros materiais sujeitos a consulta.
  • Válvulas de retenção: feitas em aço inoxidável AISI 304 ou 316, HASTELLOY B ou HASTELLOY C, Alloy-20, MONEL, SS 304L ou 316L e materiais plásticos como PVC, PTFE, polipropileno, resinas e epoxy, dentre outros materiais sujeitos a consulta.
  • Esferas: feitas em aço inoxidável 316, HASTELLOY B ou HASTELLOY C, ALLOY-20, cerâmica, safira, e PTFE, dentre outros materiais sujeitos a consulta.


  • Aplicações

    A série de bombas NSP pode ser utilizada em aplicações nos segmentos químicos e petroquímicos, alimentação, saneamento, área nuclear, dentre outros, podendo ser bombeados líquidos corrosivos, tóxicos, radioativos, sujeito a consulta para maiores informações.

    Características das Aplicações

    abeças com diafragma simples: atendem as aplicações simples.
  • Cabeças com diafragma triplo: dirigida a líquidos perigosos, inflamáveis, tóxicos ou que necessitem de sistema de proteção extra.
  • Cabeças com diafragma tubular: destinada a aplicações com líquidos que possuam sólidos em suspensão e em pequena granulometria, altamente abrasivos.
  • Cabeças remotas: destinada a aplicações em altas ou baixas temperaturas, líquidos radioativos (que devam ser confinados em uma célula a parte, onde só a cabeça de bombeamento fique enclausurada, e a mecânica continue padrão e separada do sistema hidráulico).

  • Modelos

    * - Clique no respectivo modelo para mais informações.
    Modelo* Conexões Básicas (NPTF) Curso Máximo Pistào Diâm. Standard do Pistáo Diâmetro Cabeça Pressão Máxima Tipo de Bomba Tipo de Diafragma
    NSP-0 - 0,375 1/4 pol 1 pol 0,375 pol 3.1/4 cm² 30,3 kgf/cm² NSP-0 Diafragma de PTFE
    NSP-0 - 0,375 1/4 pol 1 pol 0,375 pol 3.1/4 cm² 102 kgf/cm² NSP-0 Diafragma Metálico
    NSP-0 - 0,5 1/4 pol 1 pol 0,5 pol 3.1/4 cm² 30,3 kgf/cm² NSP-0 Diafragma de PTFE
    NSP-0 - 0,5 1/4 pol 1 pol 0,5 pol 3.1/4 cm² 68 kgf/cm² NSP-0 Diafragma Metálico
    NSP-0 - 0,75 1/2 pol 1 pol 0,75 pol 5.1/2 cm² 30,6 kgf/cm² NSP-0 Diafragma Metálico
    NSP-0 - 0,75 1/2 pol 1 pol 0,75 pol 3.1/4 cm² 30,3 kgf/cm² NSP-0 Diafragma de PTFE
    NSP-0 - 1 1/2 pol 1 pol 1 pol 3.1/4 cm² 17 kgf/cm² NSP-0 Diafragma de PTFE
    NSP-0 - 1 1/2 pol 1 pol 1 pol 5.1/2 cm² 17 kgf/cm² NSP-0 Diafragma Metálico
    NSP-0 - 1,125 1/2 pol 1 pol 1,125 pol 3.1/4 cm² 13,6 kgf/cm² NSP-0 Diafragma de PTFE
    NSP-0 - 1,5 3/4 pol 1 pol 1,5 pol 3.1/4 cm² 6,8 kgf/cm² NSP-0 Diafragma de PTFE

    Envie sua cotação para a empresa

    Seus dados serão enviados às empresas para que elas retornem sua cotação.

    Seus dados serão enviados às empresas para que elas retornem sua cotação.