NEI
Omel Bombas e Compressores Ltda (Guarulhos, São Paulo)
Omel Bombas e Compressores Ltda

Bomba Dosadora - Série NSP/M

  • Bomba Dosadora - Série NSP/M
  • Bomba Dosadora - Série NSP/M

Descrição do produto

A Bomba NSPM é uma bomba dosadora de Diafragma Triplo, com sensor de ruptura, regulagem automática (pneumática) e transdutor I/P.

Trata-se de uma série de bombas dosadoras de pequena capacidade com diafragmas hidraulicamente balanceados, que deixam o produto bombeado isolado da parte mecânica da bomba. A capacidade é regulável com a bomba em funcionamento, as válvulas de segurança contra excessos de pressão e válvula de compensação para perdas de óleo são incorporadas no sistema hidráulico e o sistema mecânico opera em banho de óleo.

São bombas de diafragma e pistão utilizadas para serviços de alta precisão com capacidade teórica máxima que pode variar linearmente de 0 a 100%, permitindo dosagens com erros de, no máximo, 1%.

Uma bomba de deslocamento positivo
Combinando as funções de bomba de pistão e bomba de diafragma, NSP/M é uma bomba de deslocamento positivo, na qual o pistão, funcionando em movimento alternado desloca um volume determinado de óleo. Este procedimento faz com que seja movido hidráulica e alternativamente um diafragma, que tem a função de separar os líquidos, cujo deslocamento, por sua vez, força o movimento do líquido bombeado através do sistema de válvulas de retenção na aspiração e no recalque.

Com um Diafragma Hidraulicamente balanceado
Com o banho de óleo o pistão move hidraulicamente e alternativamente o diafragma. Este por sua vez, em função do seu deslocamento, movimenta o líquido a ser bombeado, que será aspirado pela válvula de retenção de sucção (no movimento de aspiração do pistão) e recalcando-o através da válvula de retenção de descarga (no movimento de compressão do pistão). O diafragma isola o produto a ser bombeado, confinando-o entre a câmara de bombeamento e as válvulas de retenção. Estas são as únicas partes da bomba, que entram em contato com o produto bombeado.

O diafragma da bomba NSP/M tem a função de película separadora de dois líquidos, não estando submetido a esforços ou cargas ou bombeamento. O líquido de um lado é o produto a ser bombeado, havendo do outro lado o óleo hidráulico. Os diafragmas da NSP/M são fornecidos em dois materiais principais: PTFE ou polipropileno, podendo ser fornecidos em aço inoxidável em casos especiais.

Materiais

  • Cabeças: feitas em aço inoxidável AISI 304 ou 316, HASTELLOY B ou HASTELLOY C, MONEL ou ainda materiais plásticos como PVC, PTFE e polipropileno, dentre outros materiais sujeitos a consulta.
  • Diafragmas: aço inoxidável, PTFE ou polipropileno, dentre outros materiais sujeitos a consulta.
  • Válvulas de retenção: feitas em aço inoxidável AISI 304 ou 316, HASTELLOY B ou HASTELLOY C, MONEL ou ainda PVC, PTFE e polipropileno, dentre outros materiais sujeitos a consulta.
  • Esferas: feitas em aço inoxidável AISI 304 ou 316, HASTELLOY B ou HASTELLOY C, MONEL ou ainda PVC, PTFE e polipropileno, dentre outros materiais sujeitos a consulta.


  • Regulagem de Capacidade

    A capacidade da bomba pode ser regulada por meio de um dial situado na parte posterior da bomba, cuja escala é gravada de 0 a 10 ou 0 a 100 permitindo a regulagem com a bomba em funcionamento.

    A regulagem de capacidade poderá ser feita também por meio de controladores pneumáticos ou elétricos. Outrossim, um redutor colocado entre o motor e a bomba torna possíveis reduções de 2:1; 4:1; 8:1; ou 10:1 podendo ser atingida redução para até 4 pulsações por minuto.

    O fluxo de líquido obtido pelas bombas NSP/M é pulsante, mas tais pulsações podem ser quase totalmente eliminadas pelo uso de amortecedor desenvolvido especialmente para tal série de bombas, que poderá ser instalado de acordo com a necessidade da instalação.

    Performance

    A tabela indica o deslocamento volumétrico teórico baseado no diâmetro do pistão, curso e no número de pulsações. Não são levadas em consideração perdas de capacidade devidas às tolerâncias de fabricação, vedação das válvulas e pressão de operação.

    O aumento da pressão de descarga implicará no decréscimo de capacidade da bomba de aproximadamente 1% a 1,5% para cada aumento de pressão da ordem de 6.8/7.0 Kg/cm². As perdas de capacidade serão maiores se forem adotados diafragmas triplos ou execuções especiais com a cabeça de bombeamento situada longe do corpo da bomba.

    Dimensões

    As carcaças e bases das bombas NSP/M possuem dimensões idênticas. A ilustração abaixo é meramente indicativa e não deve ser tomada como definitiva. Favor solicitar dimensionamento junto com a consulta antes de efetuar qualquer projeto em que estejam envolvidas as dimensões desta série de bombas.


    Modelos

    * - Clique no respectivo modelo para mais informações.
    Modelo* 44SPM Capacidade Teórica Conexões (Sucção / Recalque) Conexões NPT Curso Máx. Diâm. do Pistão Diâm. Interno da Cabeça Motor N° de Pulsões por min. Com motor de 1750 rpm Peso (Aprox.) Pressão do Projeto
    NSP/M-1 6500 CC/H 6500 ~ 13000 CC/H 1/4 pol 1/4 pol 0,500 pol 0,625 pol 3.1/4 pol 1/4 pol 44 ou 88 pol 18 kg 20 kg/cmJ
    NSP/M-2 4200 CC/H 4200 ~ 8400 CC/H 1/4 pol 1/4 pol 0,500 pol 0,500 pol 2.1/4 pol 1/4 pol 44 ou 88 pol 17 kg 34 kg/cmJ
    NSP/M-3 2300 CC/H 2300 ~ 4600 CC/H 1/4 pol 1/4 pol 0,500 pol 0,375 pol 2.1/4 pol 1/4 pol 44 ou 88 pol 17 kg 68 kg/cmJ
    NSP/M-4 1040 CC/H 1040 ~ 2080 CC/H 1/4 pol 1/4 pol 0,500 pol 0,250 pol 2.1/4 pol 1/4 pol 44 ou 88 pol 17 kg 136 kg/cmJ
    NSP/M-5 780 CC/H 780 ~ 1560 CC/H 1/4 pol 1/4 pol 0,375 pol 0,250 pol 2.1/4 pol 1/4 pol 44 ou 88 pol 18 kg 204 kg/cmJ

    Envie sua cotação para a empresa

    Seus dados serão enviados às empresas para que elas retornem sua cotação.

    Seus dados serão enviados às empresas para que elas retornem sua cotação.