NEI
Sick Solução em Sensores Ltda (São Paulo, São Paulo)

Sensores fotoelétricos inteligentes atendem às exigências da Indústria 4.0

  • Sensores fotoelétricos inteligentes atendem às exigências da Indústria 4.0
  • Sensores fotoelétricos inteligentes atendem às exigências da Indústria 4.0

Descrição do produto

Apresentados mundialmente em fevereiro, os novos Smart Sensors ou sensores fotoelétricos inteligentes das famílias W16 e W26, lançados pela Sick, chegam para atender à demanda da indústria por detecção aprimorada e conectividade, sendo ideais para a Indústria 4.0, pois tornam os processos da máquina mais rápidos e transparentes, além de possibilitar manutenção preditiva.

 

            Projetados para ir além da comunicação comum, os novos sensores fotoelétricos inteligentes W16 e W26 oferecem fácil usabilidade, proporcionando configuração simples e rápida; e utilizam a tecnologia blue pilot, com auxílio de alinhamento óptico e ajuste da distância de comutação por meio de um elemento de pressão e giro, com indicação da distância de comutação no próprio produto ou via IO-Link.

 

            Produzidos com estrutura robusta feita de Vistal, uma liga de plástico e fibra de vidro desenvolvida pela Sick, os sensores W16 e W26 são mais resistentes a influências mecânicas ou químicas e permitem sua instalação em ambientes agressivos.

 

            Ideais para processos que necessitam de alta precisão de detecção, como os que envolvem objetos brilhantes, transparentes ou irregulares/perfurados, principalmente se eles aparecem combinados, as famílias de sensores W16 e W26 têm mais aplicação em indústrias automotiva e de bens de consumo, mas, graças à sua estrutura – com dois tamanhos diferentes, podendo ser adaptados de acordo com a demanda –, estão aptos a atender a todos os segmentos de automação industrial.


Envie sua cotação para a empresa

Seus dados serão enviados às empresas para que elas retornem sua cotação.

Seus dados serão enviados às empresas para que elas retornem sua cotação.